VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte

O que é

O VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte vai acontecer no período de 04 a 08 de abril, em Belém, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Pará (UFPA). O Colóquio acontece pela necessidade de se dar continuidade a iniciativas que, há mais de duas décadas, favorecem a produção e a divulgação científica da História da Arte de Brasil e Portugal. A VIII edição do evento ocorre em paralelo com a II Reunião Internacional do Fórum Landi.

A orientação eleita ao VIII Colóquio solicita reconhecimento e homenagem aos fundadores do Colóquio, pelas pioneiras iniciativas, bem como uma acurada análise da tradição científica estabelecida pela efetiva cooperação técnica e acadêmica luso-brasileira. O evento vem favorecer, assim, a discussão sobre a temática das relações entre patrimônio artístico e língua, bem como as implicações da construção de identidades partilhadas entre os países lusófonos e o papel da comunidade científica.

A idéia inicial de fundação de um colóquio luso-brasileiro surgiu no II Congresso do Barroco, realizado em Ouro Preto, em 1989, cujos anais foram publicados na Revista Barroco (1990-1992, nº 15). Naquela oportunidade, estiveram presentes mais de uma dezena de convidados portugueses, alguns dos quais visitavam pela primeira vez o Brasil. No ano seguinte, em contrapartida, um número equivalente de brasileiros foi convidado para um colóquio em Portugal. Desde então, foram realizados sete Colóquios, a alternar o local e a responsabilidade de realização dos eventos, entre os dois países. Depois do primeiro, transcorrido em Coimbra, em 1990, foram sedes dos subsequentes: Ouro Preto, em 1992; Évora, em 1995; Salvador, em 1997; Faro, 2001; Rio de Janeiro, em 2003; e Porto, em 2005.

O VIII Colóquio retoma as iniciativas anteriores, porém com o objetivo de avançar com a discussão sobre a abrangência geográfica das temáticas e dos intervenientes no evento. Uma das metas que se pode vislumbrar é umaintegração cada vez maior dos países da comunidade de países de língua portuguesa (CPLP).

VIII Edição CLBHA

Com o tema: “O Patrimônio como Língua, a Língua como Patrimônio”, esta edição do Colóquio segue a tradição dos anteriores sete eventos já realizados, o VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte será um encontro com a participação, sob convite, de cerca de 40 especialistas em História da Arte e disciplinas afins, prioritariamente vindos de países de língua oficial portuguesa. As palestras serão organizadas pela comissão científica do evento, formando mesas definidas por critérios temáticos e disciplinares, para um público-alvo de estudantes e investigadores de diferentes níveis da formação superior.

O principal objetivo do evento é abordar o patrimônio artístico como fenômeno de linguagem e de constituição de identidades, através de diferentes disciplinas.
Além desse objetivo principal, a VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte pretende problematizar as implicações da língua portuguesa na formação do patrimônio artístico dos países lusófonos, fomentar a produção científica sobre o patrimônio artístico e cultural destes países e promover o debate entre organismos e investigadores dedicados ao tratamento do patrimônio histórico, artístico e cultural de países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa ou de regiões que estiveram sob influência de Portugal, entre os séculos XVI e XIX.

II Reunião Internacional do Fórum Landi

A programação de 22 a 25 de novembro será, praticamente, toda voltada à VIII Edição do Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte. Já no último dia de evento, 08 de abril, a programação será toda dedicada a II Reunião Internacional do Fórum Landi. Com o tema: “Desafios à História e Cultura da Amazônia”, esta segunda edição do evento ocorrerá com a participação de conferencistas convidados para mesas-redondas e com a apresentação de trabalhos em painéis compostos por alunos dos níveis avançados de graduação, assim como de mestrandos e doutorandos. As sessões serão realizadas com as temáticas e os trabalhos selecionados pela comissão científica.

O principal objetivo da reunião é tratar dos desafios colocados à investigação, ao ensino e às ações de extensão relativos ao patrimônio material e imaterial da Amazônia, mediante grupos de trabalho e mostra da produção atual de conhecimento histórico e cultural sobre a região. Além disso, o evento também pretende fomentar a produção científica sobre Arte e Cultura na Amazônia, congregar pesquisadores de diferentes formações em debates sobre o patrimônio material e imaterial da Amazônia e potencializar ações de cooperação entre pessoas e instituições interessadas no fomento da produção cultural, técnica e científica na região.

Parceiros

▪ Apoio Institucional
Embaixada do Brasil em Lisboa
Missão do Brasil junto à CPLP

▪ Patrocínio
Ministério da Educação do Brasil

Programação

Anúncios

Um comentário em “VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s