Prêmio Investidor Profissional em Arte – PIPA

Os paraenses Armando Queiroz e Alberto Bitar estão entre os 101 indicados ao PIPA –  Prêmio Investidor Profissional em Arte.

Obra de Armando Queiroz “Projeto Sagrado Coração”. (Fonte: Cultura Pará)

Obra de Alberto Bitar “Efêmera Paisagem” (Fonte: Diário do Pará)

Segue abaixo a apresentação do importante prêmio:

O Prêmio Investidor Profissional de Arte (PIPA) é uma parceria entre aInvestidor Profissional e o MAM-Rio.

Ambos  firmaram uma parceria para a criação do mais relevante prêmio de artes plásticas brasileiro, com a idéia de premiar artistas promissores com produção reconhecida por especialistas como de grande valor artístico merecedora de integrar a coleção do MAM- Rio.

O PIPA tem ainda o objetivo de divulgar e promover a arte e os artistas no Brasil, o Rio de Janeiro, o MAM- Rio e a Investidor Profissional.

Por que a IP decidiu lançar o PIPA?

A iniciativa tem a ver com a convicção mais profunda da empresa, de que é preciso pensar out of the box, seja nas estratégias de investimento, seja no processo de investimentos.

A IP sempre considerou importante questionar formas convencionais de olhar as empresas, o mercado e até mesmo o seu próprio papel como gestores.

Este tipo de postura permitiu estabelecer relação mais próxima com quem compartilha sua “visão de mundo”.

Assim como a IP se beneficiou ao encontrar empresas para as quais o mercado não olhava com atenção, pretende agora, com o PIPA, estimular e reconhecer artistas, suas idéias e pontos de vistas ainda não consagrados, além de oferecer a eles a oportunidade de expor trabalhos no MAM- Rio.

O Prêmio nasceu em parceria com o MAM- Rio porque a Investidor Profissional acredita que a relevância daquela instituição para a arte brasileira merece ser apoiada em sua busca constante por melhorias.

Parceria

A Investidor Profissional, fundada em 1988, é a primeira empresa independente de gestão de recursos do Brasil. Foi pioneira no país ao introduzir filosofia de investimentos inspirada pelos princípios que marcaram a trajetória vitoriosa do americano Warren Buffett. As decisões de investimento da empresa sempre se basearam em princípios como potencial de valorização das empresas, capacidade de administração de seus executivos, boas práticas de governança, conduta ética e resultados consistentes. A Investidor Profissional sempre se pautou por princípios similares e por critérios rígidos e coerentes ao implementar sua filosofia de investimento. E nunca se caracterizou por acompanhar tendências ou modismos do mercado. De alguma forma, este mesmo tipo de visão inspira agora a procura por reconhecer talentos e premiá-los a partir da criação do Prêmio Investidor Profissional de Arte – PIPA.

O MAM- Rio foi fundado em 1948 e teve como primeiro presidente Raymundo de Castro Maya. Já em seu primeiro ano de atividades, o museu adquiriu obras de artistas como Pablo Picasso, Ben Nicholson, Wassily Kandinsky, Paul Kleee Salvador Dalí. Nos anos 50, mostras de Alexander Calder, Georges Mathieue Lygia Clark, assim como cursos de Ivan Serpa e John Friedlanderconverteram o MAM- Rio em foco de transformação artística e sede do neoconcretismo. Nos anos 60, exposições e mostras como o Opinião 65 e a Nova Objetividade Brasileira fizeram do MAM- Rio pólo da vanguarda cultural brasileira. Ao completar 30 anos, o MAM- Rio viu ser acervo ser quase inteiramente destruído por um incêndio, sendo reaberto nos anos 80. Nos anos 90, Gilberto Chateaubriand depositou no MAM- Rio, em regime de comodato, sua coleção de mais de 4 mil obras. Ao longo dos últimos anos, o MAM- Rio experimenta processo de revitalização e procura recuperar o papel de protagonista no fomento às artes e à cultura brasileira, vocação inegável daquela instituição.

Frequência

O PIPA terá frequência anual, com a indicação dos finalistas acontecendo até o final de Julho, a exposição no período Setembro/ Novembro sempre no MAM- Rio e a divulgação do resultado na última semana de outubro.

Critérios de participação

Objetivo: O “Prêmio Investidor Profissional de Arte” visa premiar e consagrar artistas que já vem se destacando por seus trabalhos, já conhecidos no mercado de arte brasileiro e não para descobrir novos talentos totalmente desconhecidos. É uma premiação.

Embora o objetivo seja premiar “Artistas Brasileiros” considerados “Promissores” na Arte Contemporânea nacional, tais conceitos ficarão a critério do Júri de Seleção e, posteriormente, do Júri de Premiação.

Idade: Não há limite de idade para concorrer ao Prêmio.

Mídia/ formato: Os indicados podem ser artistas visuais que desenvolvam trabalhos em quaisquer mídias e formatos.

Não há inscrições para concorrer ao Prêmio. Os artistas serão indicados pelo Júri de Seleção.

Período de criação: As indicações serão feitas em função de trabalhos ou exposição produzidas no período entre o início do ano anterior até a data limite de entrega dos Indicados pelo Júri de Seleção (na edição de 2010: 10 de Junho).

Júri de Seleção: Composto por profissionais do meio, buscando a diversidade e abrangência sob as dimensões de atividade – artistas consagrados, colecionadores, galeristas, curadores e críticos de arte – e geográfica. Apesar disso a preocupação é com a amplitude da cobertura, e não com qualquer representação proporcional.

A composição do Júri de Seleção mudará a cada edição.

Premiação

O prêmio para o vencedor do Júri de Premiação será o maior da arte brasileira: R$ 100.000. Destes, R$ 75.000 em dinheiro e R$ 25.000 para financiar uma residência fora do Brasil. O prêmio do Júri Popular será de R$ 20.000.
Se o ganhador do Júri de Premiação e do Popular for o mesmo, acumulará os dois Prêmios.
Não haverá prêmio pecuniário para demais indicados ou finalistas. Os benefícios serão em temos de divulgação de seus trabalhos e dos mesmos passarem a integrar o acervo do MAM (no caso dos finalistas) e a inclusão no catálogo da exposição.

Artistas premiados em anos anteriores, seja pelos Júris de Premiação e/ou Popular, não podem mais concorrer.

O anúncio dos vencedores do PIPA 2010 se dará em 28 de outubro.

Julgamento das obras

Júri de Premiação

Responsável por escolher o vencedor do prêmio de R$ 100.000. Composto por cinco a sete membros indicados pelo Conselho, estando entre eles um representante da Instituição aonde o vencedor do Prêmio principal fará residência.

A composição do Júri de Premiação mudará a cada ano.

Júri Popular

Ao comprar um ingresso para a exposição dos finalistas no MAM, cada visitante terá direito a um voto. Os votos não serão identificados com o nome do votante.

Ambos os prêmios serão divulgados simultaneamente.

Conselho do Prêmio

Tem as atribuições de garantir o cumprimento das regras do prêmio, coordenar o processo de seleção dos membros dos Júris, contribuir para a credibilidade e visibilidade do PIPA e discutir e propor ao Instituto Investidor Profissional eventuais mudanças nas regras do Prêmio a cada edição.
Composição do Conselho 2010:

Representantes da Investidor Profissional: Roberto Vinháes e Christiano Fonseca Filho (co-fundadores da Investidor Profissional)

Representantes do MAM-Rio: Carlos Alberto Gouvêa Chateaubriand e Luiz Camillo Osorio (Presidente e Curador do MAM-Rio, respectivamente)

Conselheiros convidados: Marcelo Mattos Araujo (diretor executivo da Pinacoteca do Estado de São Paulo), Luís Antonio de Almeida Braga(Colecionador) e Helmut Batista ( artista e fundador do programa de residências para artistas – Capacete)

O mandato do Conselho é anual.

Finalistas

Os quatro finalistas serão definidos pelo Conselho do PIPA, baseado no número de indicações recebidas pelo Júri de Seleção.

Exposição

Os trabalhos dos finalistas será objeto de exposição no MAM- Rio.

O layout será definido pelos organizadores do Prêmio e o espaço a ser alocado a cada artista será sorteado.
Cada artista terá um espaço para montar sua exibição, sujeitas a considerações práticas de tamanho e aprovação do Conselho do Prêmio.

Os finalistas receberão uma ajuda de custo de R$3.000,00 cada para ajudar na participação (transporte de obras, passagens).

A exposição dos finalistas do PIPA 2010 acontecerá de 25 de setembro a 14 de novembro.

Anúncios

Um comentário em “Prêmio Investidor Profissional em Arte – PIPA”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s